Mais de 90% dos países cresceram mais que o Brasil nos Governos Dilma e Temer

Publicado por: em 16 de maio de 2019 - 10:04

Ver Perfil

Foto: Marcelo Casal Jr/ Agência Brasil

Estudo do economista Marcel Balassiano do Ibre/FGV aponta que, entre 2011 e 2018, 174 dos 191 países abordados apresentaram crescimento econômico maior do que o do Brasil, reforma da Previdência é vista como primordial para a recuperação.

O mercado voltou a reduzir, nesta segunda-feira (13), as projeção para a alta do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2019, o que indica que a recuperação econômica do País segue lenta. De acordo com o documento, de 2011 a 2018 mais de 90% dos países do mundo apresentaram crescimento econômico maior que o visto nos governos de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB) no País.

O FMI aponta que 91% dos países do mundo (174 países dentro de uma amostra total de 191 nações) apresentaram um resultado, em termos de crescimento econômico, melhor do que o Brasil no período 2011-2018. Ainda segundo o economista, “possivelmente essa será a pior década para o Brasil, na comparação internacional, pelo menos desde 1980, quando o Fundo Monetário Internacional (FMI) iniciou o levantamento”, de onde ele extraiu os dados. 

Falando das projeções para os próximos anos ele escreveu:”A Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia divulgou um relatório com dois cenários (com reforma da Previdência e sem reforma). No primeiro deles, a média de crescimento do PIB brasileiro no período 2019-2023 seria de 3%, ao ano. Mas, se a reforma não for aprovada,o país voltaria à recessão em 2021 e, nesses cinco anos (2019-2023), haveria recuo anual médio de 0,5%. Então, reverter esse grave problema fiscal é de fundamental importância para o Brasil voltar a crescer mais, e com isso, reverter o cenário de desemprego alto”.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com