Pastor Eurico diz que é “factoide” rompimento do Patriota com base do governo 

Depois de encaminhar mensagem esclarecendo a história aos membros do partido, o Pastor Eurico informou ao Portal que notícia de rompimento é falsa e que aguarda posicionamento de Paulo Câmara (PSB).

Publicado em 10 de janeiro de 2019

Foto: Divulgação

O deputado federal Pastor Eurico, presidente estadual do Patriota em Pernambuco, encaminhou aos membros do partido no estado, uma nota de esclarecimento sobre as mudanças que afetam a legenda e aproveitou a oportunidade para explicar a atual relação com o Governo do Estado.“Informo a todos companheiros que por motivo de nosso partido não ter atingindo a cláusula de barreira, estamos, junto à direção nacional e Deputados Federais eleitos, vendo qual é a melhor opção para salvarmos nosso Partido”, diz parte do texto.

“Quanto a publicações de blogs citando meu nome, informo que até o presente momento não falei nada contra Governo ou Governador, membros do Partido ou rompimento, como por indução de pessoas más intencionadas, levam blogs e revistas a criarem factoides mentirosos,  inclusive com matérias pagas e usando redes sociais para nos atingir”, argumentou ele.

Em entrevista ao Portal de Prefeitura, Eurico disse: “Em nenhum momento falei nada contra o governo, falei nada contra qualquer  parlamentar do Patriota no estado”, completou argumentando que, “o governador (Paulo Câmara) tem a prerrogativa dele de governar e decidir com quem vai compor. O Patriota apoiou o governo na eleição passada e até agora não foi chamado para nada, tudo bem, não estou criando situação, não estou falando mal do governo, estou apenas dizendo que não fomos chamados, porque não fomos”, pontuou.

Para o deputado, “os palanques devem ser desarmados, a eleição já passou, independente de quem votou e quem não votou nele (Bolsonaro), presidente é presidente de quem votou e de quem não votou nele, o governador é governador de quem votou e quem não votou. Acredito que esse é o caminho da democracia”, pontuou.

Sem citar nomes, o pastor Eurico falou ao Portal que a legenda ainda não tem uma decisão sobre continuar ou não na base do governo Paulo, e criticou quem diz o contrário, “O ‘cara’ vai e cria um factoide que estou revoltado e que o partido vai romper, o partido até poderá romper, mas é preciso ter paciência e aguardar certas situações”, destacou.

Sobre a legenda, ele argumenta que sairá mais forte com a mudança junto ao PRP, “na hora da incorporação você volta mais fortalecido, porque agora teremos nove deputados a nível nacional e 1 senador”, defendeu o deputado.

Segundo nota conjunta assinada no mês passado pelos dois partidos, Adilson Barroso será o presidente nacional da legenda, enquanto Ovasco Resende, ex-presidente do PRP, assumirá a primeira vice-presidência nacional. Com a incorporação nova legenda herdará o nome ‘Patriota’.

Publicado Por:

© 2019. Portal de Prefeitura

Todos os Direitos Reservados.