Apresentação de peça que propõe um “Jesus Gay” é cancelada em 2019

Renata Carvalho, atriz transexual, falou sobre a peça que mostra um “Jesus dos excluídos”

Publicado em 10 de janeiro de 2019

Na nova edição do evento a peça “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, cuja protagonista é uma atriz transgênero, foi cancelada.

A obra em particular propõe a seguinte reflexão: “E se Jesus viesse nos dias de hoje como uma travesti?”. A propositura da obra afirma que busca relevar a preocupação para com os excluídos.

A polêmica em torno da peça instalou-se em julho do ano passado em Garanhuns. Após muitas manifestações contrárias à apresentação por parte daqueles que se sentiram desrespeitados ao ver um “Jesus Gay”, a atriz transgênero se apresentou na cidade.

Numa amostra de solidariedade à exclusão de “Jesus, a rainha dos céus” algumas peças escolheram não participar do festival artístico. A peça “Espera o Outono, Alice (grupo Amaré), a plataforma de teatro “Trema!” (peça “Altíssimo”) e o ator Cleyton Cabral (peça “Solo de Guerra”) não estarão presentes nos palcos nordestinos.

Renata Carvalho, 37 anos, é uma atriz transexual que interpreta o papel de Jesus Cristo. O texto interpretado é sobre um Cristo que enfrenta o preconceito por ser transgênero.

Renata leva a sério a militância LGBTI. Em entrevista concedida ao site UOL, ela declarou que “a ideia da peça era comparar Cristo com a figura da travesti, no sentido de que ambos foram perseguidos e “crucificados” sem ter culpa. Por que esse recado chegou tão distorcido para tanta gente?
Os cristãos precisam ler a Bíblia. A maioria não leu. Você vê todo mundo com a Bíblia debaixo do braço, na página que o pastor ou cardeal mandaram ler, mas mesmo assim ninguém lê. A imensa maioria só escuta o que o pastor fala. Eu sou totalmente contra isso”.

A atriz, que se destaca pela militância em questões LGBTI, tem opiniões fortes. Ao ser perguntada se tinha religião, afirmou: “Eu tenho religiosidade. mas não tenho religião. Todas as religiões me excluem. Então eu não quero nenhuma delas.
As ameaças que sofro só tornam pública a exclusão da pessoa travesti. Quando a gente fala de gênero, há essa ideia de um ser superior. Nós não somos superiores. Somos todos iguais. A diferença é que todos somos seres humanos, e ser travesti me exclui de tudo. Precisamos conversar sobre isso”.

Esperava-se que Renata Carvalho se apresentasse na edição de 2019 do Janeiro de Grandes Espetáculos. Todavia a Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco (Apacepe) publicou uma nota explicando o motivo do cancelamento. Confira:

“De forma a garantir a realização do 25º Janeiro de Grandes Espetáculos, a Associação dos Produtores de Artes Cênicas de Pernambuco (Apacepe) informa a retirada da peça “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu” da programação do festival.

“Por questões que extrapolam os critérios artísticos, o espetáculo, que já motivou ações judiciais e passou por outros cancelamentos, infelizmente não estará mais na grade do Janeiro 2019.

“A Apacepe reitera seu compromisso com a liberdade de expressão e mantém seu propósito de abrir as portas para toda e qualquer manifestação artística”.

Imagem: Lígia Jardim/Divulgação JC

Publicado Por:

© 2019. Portal de Prefeitura

Todos os Direitos Reservados.