Administração Pública Contemporânea e o Município

Publicado por: em 3 de fevereiro de 2018 - 0:29

O exercício da atividade política, por parte de um Gestor Público, traz consigo a necessidade de implementação de uma série de políticas públicas.

As áreas abrangidas pelas políticas públicas, são as mais diversas possíveis e o esforço para o planejamento e execução das medidas em âmbito jurídico, contábil, financeiro, econômico e principalmente social demandam especialização técnica.

Na Federação Brasileira os entes políticos que mais necessitam de contínua atenção são os Municípios, em virtude da imensa gama de obrigações para com a população, assim como de serem financeiramente os mais dependentes de transferências de recursos.

Mesmo os grandes Municípios – que possuem uma maior autonomia política, administrativa e financeira em vista da União Federal – , em um cenário de aguda crise econômica, que se reflete em todos os setores sociais, observam que o papel do Gestor Público deve se continuamente revisado e aí vem a pergunta: como a Administração Pública Contemporânea pode ser instrumento de implementação de políticas públicas para que a Sociedade possa vislumbrar um horizonte de desenvolvimento pautado por inclusão social e desenvolvimento econômico?

A resposta a tal pergunta será construída ao longo de uma série de textos.

Não procuramos uma resposta última ante todos os anseios da Sociedade, mas encarar as políticas públicas como um instrumento institucionalmente planejado já nos permite delimitar um objeto de discussão.

 

William Melo

Advogado tributarista. Mestre em Direito (UFPE).

Fonte da imagem: http://arquitetura.weebly.com/bibliografia.html

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com