Projeto “Camaragibe da Paz” já começa a mudar positivamente os indicadores de violência urbana no município

  • Publicado em 21 de novembro de 2017

  • No dia 17 deste mês de novembro o Portal de Prefeitura conversou com Daniel Meira, titular da pasta de Segurança Cidadã e Mobilidade de Camaragibe/PE. Advogado de formação, o Secretário assumiu há pouco a responsabilidade pela Segurança Cidadã – conceito que ele vê de maneira macro. “Vemos o conceitual de ordem pública de maneira mais ampla, mais holística para os administrados”.

    O tripé de sustentação para esse conceito, segundo o Secretário, “vem da salubridade, segurança e tranquilidade”. Na salubridade, o Secretário engloba o processo de iluminação das ruas, calçamento, adequação de toda a estrutura e equipamentos municipais em favor da comunidade, o zelo com idosos e crianças e oferta de transporte público de qualidade.

    Daniel Meira acredita que pensar em segurança pública do ponto de vista tradicional leva as instituições a oferecerem mais do mesmo, ou seja, usar apenas de ações repressivas para com a violência. Contudo, Daniel Meira acrescenta que uma visão mais abrangente dos problemas enfrentados por uma comunidade é vital para fazer diferença como gestor público.

    Inclusão comunitária, nas palavras do Secretário, é que trazem o olhar da administração para as origens mais objetivas que desembocam na violência. Daniel declara que esse tipo de inclusão se faz com ações que tragam proximidade, interatividade e transparência entre a gestão pública e as comunidades. “Uma base firme de comunicação é o que fomenta a proximidade, a interatividade e a transparência”, declara Daniel Meira. O que o Secretário propõe é essa aproximação das comunidades para conhecer, de perto, os anseios, expectativas e necessidades dos cidadãos camaragibenses.  

    Daniel Meira, junto com o Prefeito de Camaragibe, foram este ano ao estado do Espírito Santo, aonde se encontraram com Coronel Júlio César Costa. Costa é o idealizador do modelo de Segurança Pública integrada às comunidades.  O Coronel foi pioneiro na criação do conceito de Polícia Comunitária, hoje conhecido como Polícia Interativa. Júlio César é quem implementou, há aproximadamente vinte anos atrás, o conceito de Polícia Comunitária no Estado do Espírito Santo, quando era oficial da Polícia Militar do Estado.

    Na ocasião o município não tinha verba para contratar como Consultor do Camaragibe da Paz o Coronel Júlio César Costa. Então a Prefeitura fez uma parceria público-privada com o Complexo Camará, e tornou possível a contratação de Júlio César Costa para assessorar o Programa no município por um ano.

    “A cidade de Medelín, na Colômbia, desbancou, há pouco tempo, a cidade de Nova Iorque, sendo considerada pelas Nações Unidas a melhor cidade para se viver. Medelin, quinze anos atrás, tinha uma situação de violência ao extremo. Quase 386 corpos eram retirados por mês das ruas de Medelín. As pessoas hoje se sentem felizes por morarem em Medelín. Se isso aconteceu em Medelín, podemos fazer o mesmo em Camaragibe”, afirma Daniel Meira. O Secretário acredita que é possível olhar para o exemplo de Medelín e adequá-lo à realidade de Camaragibe. Ele afirma ainda que, na Colômbia, “o que foi feito foi uma política de proximidade, transparência e o emprego da ética e da legalidade, junto com o compromisso da Gestão para com a comunidade. Lá, houve um pacto para com um Programa de Estado, ao invés de um Programa de Governo. O Programa de Governo enaltece a figura do gestor público. No Programa de Estado eleva-se o direito da comunidade, seus anseios e necessidades”.

    Em janeiro de 2017 Camaragibe estava no ranking de segunda cidade mais violenta de Pernambuco. Havia uma média de 36 homicídios por mês. Contudo, de janeiro até o mês de novembro desse ano, com a implementação de ações do Camaragibe da Paz muita coisa mudou na cidade. Hoje, Daniel Meira declara que a média são dois homicídios por mês. Tornar a cidade salubre, segura e tranquila foi o que fomentou a criação do Camaragibe da Paz.

    No programa há a presença de dois comitês. “Um é o Grupo de Apoio Tático do programa, que é feito por mim e por alguns integrantes da Secretaria. O outro é um Comitê Gestor do Programa, que presido com a presença de outros Secretários. Nesta parceria temos a Secretaria de Educação, a Secretaria de Infraestrutura, a Secretaria de Administração, a Secretaria de Imprensa”, diz Daniel Meira. Tais Secretarias trabalham integradas com a Secretaria de Segurança para implementar as políticas públicas necessárias e gerar este estado de salubridade, segurança e tranquilidade. É uma força-tarefa do município.

    O Camaragibe da Paz tem reuniões permanentes com a sociedade, porque está projetado para os próximos vinte ou trinta anos. “Queremos implantar uma nova cultura de ordem pública na cidade. Estamos formando as comissões de bairro, e essas comissões ofertam integrantes para um Conselho Regional, e estes Conselhos fornecem membros para o Conselho Municipal de Segurança. É uma estrutura piramidal. Ouviremos, assim, permanentemente, todas as comunidades”, declarou o Secretário.

    O lançamento oficial do Camaragibe da Paz ocorrerá no dia 27 desse mês, com a presença da maior autoridade da área de ordem pública da América Latina – Jorge da Silva, integrante da ONU na área de ordem pública. “Ele dará uma palestra e abrirá o evento junto com o Prefeito Meira, com minha presença como Secretário de Segurança e com a presença de Secretários de outros municípios, com o Governador Paulo Câmara e outros políticos”, acrescentou Daniel Meira.

    Comentários

    Publicado Por:

    %d blogueiros gostam disto: